Golpe no WhatsApp: dessa vez envolvendo uma promoção da marca O Boticário

Como evitar cair no golpe da moeda virtual

Um novo golpe no WhatsApp já prejudicou mais de 500 mil pessoas com promoção falsa.O golpe da vez está envolvendo uma promoção da marca O Boticário.

Mais um golpe está circulando no WhatsApp, dessa vez envolvendo a marca O Boticário. Os hackers estão aproveitando uma promoção verdadeira da empresa de cosméticos, na qual os usuários compartilham uma dica de maquiagem com uma amiga e ganham um lápis para olhos, para disseminar um golpe que simula essa promoção e causa prejuízos financeiros, de acordo com o DFNDR Lab, laboratório especializado em cibercrime.

Golpe no WhatsApp já tentou prejudicar mais de 500 mil pessoas com promoção falsa

Em menos de 24 horas, mais de 500 mil usuários receberam a falsa promoção, segundo dados da empresa de segurança.

Na versão da falsa promoção, os hackers alertam que o usuário que ele foi selecionado para participar de uma breve pesquisa e, após respondê-la, receberá um lápis delineador da marca.

As perguntas são: “Você já fez compras na O Boticário?”, “Gosta dos produtos da O Boticário?”, “Você recomendaria O Boticário a um amigo ou membro da família?”.

Independentemente das respostas concedidas, a vítima é encaminhada para uma página que solicita o compartilhamento da falsa promoção com 10 amigos no WhatsApp para, a partir disso, ter acesso ao suposto presente.

Ao finalizar o processo, a vítima é encaminhada a uma página que solicita o cadastro em serviços de SMS pago – que efetuam cobranças indevidas – ou, então, pede que os usuários baixem apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixá-lo vulnerável a outros tipos de crimes e/ou prejuízo financeiro.

O laboratório orienta que os usuários evitem clicar em links suspeitos enviados por mensagens.

A assessoria do WhatsApp afirma que não pode comentar o caso, mas que não usa “aplicativo para enviar mensagens para seus usuários e trabalha cuidadosamente para reduzir as mensagens indesejadas que chegam por meio de seu sistema”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *