Estratégia de Compra mensal de valor constante

Como grande pesquisador do mercado financeiro, sigo em busca de informações relevantes a quem possa interessar por tais estudos e lapidar o próprio conhecimento. Com tal intuito encontrei uma estratégia bem interessante: Compra mensal de valor constante.

Para quem não pode fazer grandes investimentos pode fazer uso da aplicação de um valor constante mensal.

Segue a explanação dela abaixo:

carteira-x-ibovespa

– Por exemplo, quem for assalariado pode se programar e excluir do orçamento R$ 700,00. Este é o primeiro grande desafio, independente do que aconteça, para efeitos práticos minha receita é salário líquido abatido de R$ 700,00 (feito questão de colocar valor para que os iniciantes percebam que é algo que pode ser feito por quase todos). Acrescenta-se a isso qualquer valor que sobre no final do mês;

– Compra-se sempre no fracionário (por enquanto apenas PETR4). Desta maneira quando o preço for mais alto comprarei menos ações, com preço baixo a quantidade de ações compradas será maior, isso por si só me leva a um preço médio menor;

– Tem-se um objetivo claro. Na verdade dois (rsss) tenho o que chamo de “meta mínima” que é ter R$ 500.000 em 2030 quando completaria x anos de idade. E uma segunda meta a ser perseguida e que considero o ideal que é R$ 1.000.000. Tudo isso em dinheiro de abril de 2008 (corrigido pelo IPCA) que foi quando tracei a meta. No ritmo de R$ 500 por mês precisarei de um retorno anual de 14,3% (meta mínima) 20,5% (ideal) mais inflação. Ainda não se sabe o quanto este resultado é ousado ou realista;

– Claro que é absolutamente proibido gastar qualquer ganho que seja desta carteira. 100% deve ser reinvestido. Retiradas, somente a partir de outubro de 2030 (em compensação será uma grande festa!). Caso o investidor morra antes, pelo menos o Ricardão fica com uma grana boa e não maltrata os meninos, rsrsr :).

– Ter um gráfico com a as curvas das duas metas traçados e mensalmente traço o realizado, assim posso constantemente avaliar meu desempenho comparando com o planejado e pensar em eventuais correções;

– Não comparar o desempenho com o mercado nem ao menos é prioritário a rentabilidade, o foco é: “estou acima da curva de minha meta?”

Vantagens desta estratégia:

1. Exige acompanhamento mínimo;
2. Preço médio reduzido devido a compra de maior quantidade de ações compradas em baixa;
3. Relato de bons resultados (Benjamin Graham e palestras).

Desvantagens desta estratégia:

1. Compras em cotações altas;
2. Alto custo de corretagem devido a volumes de compras baixos;
3. Dificuldade em diversificar ativos até a formação de uma valor relevante.

As desvantagens 2 e 3 se aplicam a qualquer investimento em valores baixos.

Para ler mais sobre tal estratégia pesquisa, consulte este link aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA *